Análise: HTC Touch Diamond

Publicado: 14/10/2008 em Outros

POR João Piedade
PUBLICADO A 21/07/2008 PELAS 21:18

Tal como tinha dito anteriormente aqui no BLOG, desde o dia 15 de Julho (faz amanhã uma semana) que tive acesso à mais recente aposta da HTC, o Touch Diamond. Este novo modelo da HTC pode ser visto como um grande adversário para o iPhone, mas… será que é mesmo? Fique desse lado e acompanhe a Review até ao fim.

Design do HTC Touch Diamond

Antes de iniciar a Análise do produto, quero agradecer à Microsoft Portugal pela cedência do terminal ainda antes de entrar no mercado nacional. Concluídos os agradecimentos, vamos então dar inicio à nossa análise, vai ver que vai valer a pena!

Na Caixa

Caixa do HTC Touch Diamond

A caixa HTC Touch Diamond é igual à da imagem acima, no entanto, pode conferir o vídeo da abertura da caixa no final do artigo. No seu conteúdo temos:

  • HTC Touch Diamond;
  • Stylus extra;
  • Transformador de AC;
  • Bateria;
  • Auricular estéreo com fios;
  • Protector de ecrã;
  • Guia de Inicialização Rápida;
  • Guia TouchFLO 3D;
  • Cabo USB de sincronização;
  • Disco de Introdução;
  • Disco de Aplicações.
  • Design e Ergonomia

    Em primeiro lugar, o design é espectacular! A sua imagem alusiva a um diamante (lá está, Diamond!) resulta sem margem de dúvidas, ou seja, quero com isto dizer que todos os detalhes encontrados neste PDA/Telemóvel são idênticos aos diamantes: os cortes irregulares na parte traseira do terminal e o material brilhante que nos deixa espantados com tamanha beleza.

    Todos os ângulos do HTC Touch Daimond

    No entanto, e apesar do design para entusiastas, este telemóvel tem tendência a ficar com as nossas impressões digitais bem visíveis em todo o telemóvel (o protector de ecrã reduz um pouco, mas não é muito eficiente). Mas, como deve saber, este tipo de situação não acontece só no Diamond mas sim em todos os terminais que tenham um material brilhante (o iPhone por exemplo, tem exactamente o mesmo problema!) mas enfim, é o preço a pagar pelas novas tendências estéticas.

    Os alertas visuais no botão de controlo de navegação também são bastantes curiosos. Quando o telemóvel está a carregar as luzes acendem-se de baixo para cima como se dum fluxo energético se tratasse e, quando recebemos uma mensagem escrita ou temos uma chamada não atendida, as luzes rodam em torno do botão central, também muito engraçado.

    Alerta visual ao carregar bateria:

    Alerta visual ao receber um evento (sms, chamada perdida…):

    Quanto à ergonomia, o Touch Diamond cabe perfeitamente na nossa mão (depende um pouco do tamanho da mão do utilizador, a minha é grande). Uma mão segura no telemóvel e a outra selecciona os menus ou escreve (um e-mail ou uma mensagem, por exemplo). O Acesso aos menus principais é bastante simples, de modo que até podemos usar apenas uma mão para aceder às funcionalidades pretendidas.

    Falando agora no acelerómetro que está dentro do Diamond (se não me engano, é o mesmo do iPhone), possibita algumas coisas “diferentes” daquilo que estamos habituados nos telemóveis actuais. Exemplos disso são alguns jogos que tiram proveito disso (o Diamond trás um bastante engraçado, de nome Teeter, onde baloiçamos o terminal para uma bola entrar no boraco verde, sem caior em boracos neutros), algumas aplicações (para navegar na na WEB em Widescreen, basta rodar o telemóvel 90 graus) e ainda (este é dos bons…) quando recebemos uma chamada e não queremos atender (porque estamos ocupados ou por outra razão qualquer) basta colocar o Diamond de “barriga para baixo” (parte do ecrã para baixo) e ele não desliga a chamada mas tira o som do toque, uma experiência muito boa.

    Para concluir este tópico, convém referir que o Diamond tem menores dimensões que o iPhone e o Samsung i900 Omnia e, por gosto próprio, é o melhor (estéticamente falando) dos três.

    Performance

    O Diamond que utilizámos para testes vinha com uma ROM um pouco antiga, vinda de fábrica, e, quando o comecei a utilizar, fiquei de pé atrás com a lentidão dos menus perante a execução de várias aplicações em background (o TouchFLO 3D usa muita memória…).

    No entanto, e com a actualização do Diamond para uma ROM mais recente (disponível no site da HTC, para quem estiver interessado), além do aumento da performance, houve novidades no software, entre eles, novas cidades na opção “Adicionar cidade” do separador “Meteorologia”.

    Para se ter uma noção do aumento da performance, na ROM de origem, o gasto médio de memória era de 60 a 72 por cento, enquanto que agora ronda os 58 a 65 por cento (é claro que os valores dependem muito das aplicações em uso, mas refiro-me a números sem aplicações em execução). Uma melhoria significativa, mesmo que os números não dêem essa ideia.

    Além disso, há ROM alternativas, desenolvida por programadores amadores onde podemos encontrar correcções para alguns erros, traduções (o meu vinha em Inglês e está agora Português) e aumentos de performance. No consumo energético, houve também pequenas alterações nas ROM mais recentes: agora existe uma gestão de energia mais equilibrada, aumentando a vida útil da bateria (mais informação no tópico “Bateria”).

    Hardware e Características

    O Hardware do Diamond é recente e incorpora o novo processador Qualcomm 7201A. Apesar de ser bastante recente, este processador parece não aguentar com as aplicações em execução, com o ecrã bastante nítido (4 vezes mais resolução que o HTC Touch Cruise, da família).

    Vejamos então o que há por baixo do case brilhante do Diamond:

  • CPU: Qualcomm 7201A;
  • Velocidade: 528 MHz;
  • RAM: 192 MB;
  • ROM: 256MB;
  • Capacidade de armazenamento: 3832,50 MB (4GB);
  • Capacidade de armazenamento interno: 85,31MB;
  • Resolução: 480×640;
  • Cores: 65536;
  • Bluetooth: 2.0+EDR;
  • Plataforma: PocketPC – Windows Mobile 6.1;
  • Acelerómetro;
  • Rádio FM;
  • Câmara principal: 3.2 MP (com auto-focus);
  • Câmara frontal: VGA (apenas para vídeo-chamadas);
  • Bateria: 900 mAh;
  • Dimensões: 51 X 102 X 11,33 mm;
  • Peso: 110 g.
  • Bateria

    Pois… a bateria! O calcanhar de Aquiles do Touch Diamond. A bateria deste telemóvel/PDA é de duração reduzida, podendo nem chegar a um dia completo (24 horas) se o utilizador estiver a utilizar, frequentemente, as funcionalidades do Diamond (Wi-Fi, GPS, envio de mensagens, música e etc.).

    Tal como referido no tópico da performance, as ROMs mais recentes trazem uma gestão de energia mais eficiente, aumentando a vida útil da bateria, de maneira a privar o utilizador do transtorno de ter que andar a carregar o telemóvel constantemente… se bem que o Diamond pode ser carregado enquanto está conectado com o cabo USB/mini-USB, bem prático para o dia-a-dia.

    A bateria do telemóvel tem 900 mAh, considerado “pouco” para alguns utilizadores, mas nem tudo está perdido, já existe uma bateria (adquirida à parte, claro) de 1300 mAh com um case maior, pois a bateria é de mais robusta do que a que vem de origem. Como pode ver, alternativas não lhe irão faltar!

    Câmara

    A câmara principal do Touch Diamond tem uma resolução de 3.2 MP e autofocus para que não tens que se preocupar com fotos desfocadas. Já a câmara frontal do telemóvel tem resolução VGA para vídeo-chamadas (não dá para tirar fotografias através dela).


    Câmara principal do Touch Diamond

    Se está curioso em saber a qualidade das fotos, devo dizer que a qualidade não é das melhores mas chega e sobra para aquelas situações em que não temos uma câmara fotográfica à mão. De noite, as fotos são bastante escuras e amareladas (com a iluminação dos postes da rua) e, com a ausência de flash, a situação tende a piorar quando não temos iluminação artificial.

    De dia, a situação melhora bastante mas ainda assim há telemóveis que conseguem melhores resultados, devo dizer. Para testes, utilizei a minha cadela (apresento-vos a Kuka, hehe), como fotos de dia, e de noite, ora vejam (clique para ver no tamanho original):


    Fotos de noite e dia, respectivamente

    Experiência com GPS

    Devido à inexistência de software de GPS, tive que recorrer a software livre, como é o caso do Google Maps. Em primeiro lugar, devo dizer que fiquei surpreendido com a precisão com que fui “detectado” pelos satélites, muito bom, mesmo! Arriscando números, diria que em apenas 20 segundos (ou menos) foram detectados 9 satélites GPS.

    Além disso, a experiência de navegação (no carro) é impecável, e as rotas são bem definidas. Isto já não acontece no percurso pedestre, onde demora algum tempo até que os satélites alterem a nossa posição no ecrã. Resumindo, é bom… mas podia ser melhor!

    TouchFLO 3D

    O que é?

    Antes falar sobre as potencialidades do TouchFLO 3D, quero primeiro explicar do que se trata, pois então: o TouchFLO 3D é uma versão prática e simplicada de usar o Windows Mobile. Os menús, as configurações, os programas e as imagens estão todas “à mão”, sem ter que andar à procura nos menús e sub-menús do Windows Mobile.

    Para aceder aos menús, basta deslizar o dedo sobre a barra de menús na parte inferior do ecrã e, quando estiver sobre a opção pretendida, largue, e o menú aparece. Falaremos um pouco sobre os menús do TouchFLO 3D de seguida:

    Principal

    Como alguns de vós devem saber, a página principal contém um grande relógio com as horas locais, o histórico das chamadas (se tem alguma chamada não atendida) e a agenda para esse dia.

    Se clicar no rológio, vai parar às definições de alarme, no qual pode definir a data, a hora ou o alarme. Ao deslizar o dedo de baixo para cima, o grande relógico “encolhe” e a agenda com os seus compromissos fica com maiores dimensões. No histórico de chamadas, pode ver todas as chamas que efectuou, recebeu ou não atendeu.


    Imagens da Página Principal do Diamond

    Contactos

    Neste separador, estão apenas os contactos que utiliza frequentemente. Crie a lista dos seus melhores amigos e familiares e, quando precisar deles, basta encontrá-los no “catálogo” de contactos, em vez de “mergulhar” na confusão da lista de contactos (se tiver muitos, claro!).

    A única restrição que tem é que, fazendo as contas, só pode adicionar até 15 contactos. Pense neles como um top: quais os que utiliza mais? É esta a lógica de selecção de contactos.


    Imagens do separador Contactos

    Mensagens

    Talvez um dos separadores que mais utilizo. As mensagens têm uma navegação bastante curiosa, para movê-las, terá apenas que deslizar o dedo de baixo para cima ou vice-versa; para abrir a mensagem clique no texto e, não só aparece a mensagem seleccionada como também o histórico de conversação com essa pessoa (tenha cuidado com o que diz! Olhares indiscretos podem ver as suas conversas!).

    Para criar uma mensagem clique em menú e de seguida “Novo”. Se quiser responder a uma mensagem, basta clicar menú e “Responder”. Simples! Ah, e contrariamente ao iPhone, o Diamond tem capacidade para enviar mensagens multimédia (MMS).


    Imagens do separador Mensagens

    Correio

    A caixa de correio online está muito bem conseguida no Diamond, a navegação é super fácil, basta escolher a conta de correio que quer utilizar, clica no envelope para abrir o e-mail que está a ser visualizado e, se quiser criar novas contas, é também bastante fácil.

    Clique em “Nova conta” para adicionar novas contas de e-mail: basta colocar o endereço e a password da conta.

    Internet

    A Internet no HTC Touch Diamond surpreendeu-me pela positiva! A navegação das páginas é igual à do iPhone, ou seja, a página aparece no seu tamanho original, clique duas vezes em cima da área em que pretende fazer zoom e voi lá!. Se pretender ampliar ainda mais, pode usar a roda sensível ao toque do D-Pad (botão central, idêntico ao Home do iPhone).

    Além disso, temos um programa já instalado com o Youtube, onde podemos ver os vídeos de maneira rápida e eficaz. A acessibilidade foi tida em conta e visualização dos vídeos neste ecrã com boa definição é execelente! Mais abaixo, tem ainda os seus links favoritos (como pode ver na imagem).


    Imagens da Internet

    Fotos e vídeos

    A navegação de fotos e vídeos está particularmente engraçada. Para mover as fotos, basta arrastá-las de baixo para cima ou de cima para baixo. Além disso, a acessibilidade à câmara está facilitada, basta clicar na imagem da câmara do lado direito do ecrã e, por baixo, tem uma pequena imagem alusiva a uma máquina de filmar que, ao clicar, vai dar ao menú de vídeo.

    Para seleccionar uma imagem, basta clicar em cima desta (nos vídeos é igual) e, ao rodar o telemóvel, a foto roda também, devido à acção do acelerómetro do Diamond. No caso dos vídeos, tal não é possível… quem sabe, em futuras actualizações!

    Uma das coisas engraçadas é que, quando estamos a executar a câmera para tirar fotos, se clicar na seta para cima (no d-pad), vamos parar aos efeitos (molduras), se clicarmos de novo, vamos dar às fotos para contactos (com menores dimensões), se clicar novamente, vamos parar à gravação de vídeo para as mensagens multimédia (MMS), mais um clique e activamos o modo panorama e, mais um clique, e vamos parar ao modo de vídeo.

    Tenho a dizer que, em relação às fotos em panorama, a montagem é feito pelo telemóvel, só temos que ver se a foto anterior, corresponde com a foto que vamos tirar de seguida. São três fotos, sendo que, a última foto tirada, fica com uma transparência do lado esquerdo do ecrã. Muito prático!

    Para concluir, pode ainda criar o típico slideshow de fotos para mostrar as seus amigos aquela ida à praia no passado fim de semana (como exemplo).

    Música

    O separador da música está organizado através das seguintes áreas: Em execução, Artistas, Álbuns, Listas, Todas as músicas, Géneros, Compositores e Comprada. Pode manter a sua biblioteca organizada, com as capas dos álbuns, para impressionar os seus amigos enquanto navega pelas músicas, num espécie de coverflow, do iTunes.

    Para mudar de música pode clicar nas setas do lado direito do ecrã (cima e baixo) ou simplesmente arrastá-las com os dedos. Veja ao que me refiro:


    Imagens do separador Música

    Meteorologia

    No separador “Meteorologia” podemos adicionar cidades e consultar a previsão do tempo para os próximos 5 dias. Não há muito que dizer sobre este separador, a não ser que dá muito jeito para viajantes! Por exemplo, de foi de férias para uma ilha tropical, deve consultar a previsão para não ter surpresas!


    Imagens da Meteorologia

    Definições

    No separador “Definições”, podemos sincronizar dados entre o Windows Mobile e o computador ou Internet, podemos configurar os tons de alerta (ringtones), podemos modificar o fundo da página inicial, ligar os desligar algumas comunicações (Modo de Voo, Telefone, Bluetooth, WLAN, Microsoft Direct Push e Ligação de Dados).

    Devo dizer, ainda, que o Diamond permite toques nos formatos MP3 e WMA, além dos típicos formatos que a maioria dos telemóveis suporta.


    Imagens do separador “Definições” e “Comunicações”

    Conclusão

    Concluímos, portanto, que o novo HTC Touch Diamond é virado para o lado de entretenimento e é também indicado para empresas (o Windows Mobile faz maravilhas no mundo empresarial!) e não é muito indicado para quem só faz chamadas uma ou outra vez e não aproveita as restantes características do telefone.

    No caso de querer aproveitar o Diamond ao máximo, aconselhamos a comprar uma bateria de maior duração e ainda um carregador de isqueiro para o carro, no caso de o querer usar como GPS para as viagens de férias ou dia-a-dia. Sem carregador, arrisca-se a ficar sem telemóvel antes do início da tarde, se o usar desde a manhã. Aconselhamos ainda a que, se não estiver conectado à Internet via Wi-Fi, desligue esta funcionalidade no menú “Comunicações” no separador “Definições” para poupar ao máximo a bateria.

    Finalizando e, apesar dos pontos fracos (a câmara com pouca qualidade e a bateria de curta duração), o Diamond tem potencial que chega e sobra para enfrentar o iPhone e o novo Omnia da Samsung. De zero a vinte valores, avaliamos este terminal de com 18 valores.

    Brevemente no Omitek (talvez ainda esta semana) faremos outro artigo com uma comparação entre o iPhone 3G e o HTC Touch Diamond, num sistema de ponto e ver quem está verdadeiramente preparado para o futuro.

    Que tal mudar o idioma para a sua lingua???

    Em primeiro lugar, tem que fazer download do Hard-SPL e de seguida fazer o download da ROM em português.

    Terá que conectar o seu Diamond com o PC para efectuar a alteração da ROM.

    Qualquer dúvida, é só comentar.

    Anúncios
    comentários
    1. Nilson disse:

      Quando coloco os fones do telf, no telf começa a fazer chamadas automaticamente, o inicio das chamadas tem uma sequência de 1 a minutos, faz durante um tempo e depois para por um tempo.
      Ao iniciar a chamada começa por ligar automaticamente o voice Speed Dial, eu ñ digo nada e tlf chama pelo ultimo nº da ligação efectuada, recebida ou ñ atendida.
      Ja restorei o telefone com a opcção clear storage and format internal storage, mesmo assim continua.
      Tem aparecido de vez enquanto erro: shell32. O que faso para superar este erro?
      Agradecia mto se vcs podesem me ajudar!

    2. Nilson disse:

      Por favor em caso de obtiverem um resoluçãao para o meu telefone, poden m contactar pelo seguinte email:nilsonmajor@yahoo.com.br

    3. o meu telemovel nao funciona pois liguei o ao pc e agora nao funciona nem da para mexer nele ele liga mas fica bolqueado sera algum virus como tenho que fazer para ele voltar ao normal

    Deixe um comentário

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s