Posts com Tag ‘Sociedade’

Começo esta postagem citando a wikipedia sobre o que é escravidão moderna, confesso que quando me deparei com este termo, cheguei a pensar em uma escravidão  em que  se colocava pessoas para fazer trabalhos pesados por muito pouco em troca de algo. Mas me deparei com uma triste realidade que as vezes tendemos a não acreditar, a escravidão moderna tem os mesmo traços da antiga.

Segundo a wikipedia escravidão moderna “é uma expressão genérica ou coletiva para aquelas relações de trabalho, particularmente na história moderna ou contemporânea, na qual pessoas são forçadas a exercer uma atividade contra sua vontade, sob a ameaça de indigência, detenção, violência (inclusive morte) ou outras formas de provação para si mesmos ou para membros de suas famílias.”

Fiquei chocado em saber que existe um número grandioso ainda de escravos no mundo, e mais ainda quando se faz um estudo e chega a uma sifra muito pequena para acabar com esse mal que tando maltratada pessoas sem oportunidades.

De que vale todo o poder político, econômico e intelectual que temos, se continuamos vendo seres humanos  serem escravizados?

Para ver o video clique no atalho abaixo.

http://www.ted.com/talks/lang/por_br/kevin_bales_how_to_combat_modern_slavery.html

O rarefecundo.com está participando da campanha do Ministério da Saúde contra o uso do crack, dêem uma olhada no site oficial da campanha e ajudem a divulgar, http://www.nuncaexperimenteocrack.com.br/

Não é de hoje que, policiais maltratam os cidadãos de todo o Brasil, principalmente os de baixa renda, moradores de favelas e de pequenas cidades no interior, e demais estereotipados.

Parecem usar a máxima, culpado até que se provem o contrário. Para ajudar o cidadãos de bem que deveriam estar sendo protegidos e não coagidos, moradores de Santa Marta, Botafogo / RJ, criaram uma cartilha sobre como deve, e como não deve ser uma abordagem policial.

A cartilha além ter sido redigida com uma linguagem bem popular, tem alguns pontos muito importantes, como “se te chamar de PRETO SAFADO, estará cometendo crime de injúria racial”, a cartilha orienta também que ninguém pode ser tratado como suspeito(a) por causa da cor da sua pele ou da sua origem.

É apontado ainda, como uma pessoa deve se comportar quando chegar a delegacia, e os seus direitos de ficar calado e de ter uma testemunha, além de contar sua versão da história, caso algumas informação seja passada de forma “equivocada”. E o que acredito ser mais importante é que na cartilha mostra também como você pode fazer valer o seu direito.

Eu acredito que todos os brasileiros deveriam saber de todos os seus direitos e lutar para não ser tratado como marginal, por causa de estereótipos criados pela sociedade. Dar segurança a população, abordando, coagindo e prendendo marginais, é esse o papel da policia, não abusando da autoridade que tem para ridicularizar as pessoas e/ou impor medo a sociedade.

Para ler a cartilha clique na imagem acima ou no atalho abaixo.

Clique aqui para baixar a cartilha ABORDAGEM POLICIAL

O livro “Como a mente funciona”  de Steven Pinker,  no qual o autor afirma que a mente humana foi moldada por aspectos genéticos, culturais e etc. o que a elevou a um sistema de processamento e computação com aspectos que os atuais equipamentos de computação chegam a reproduzir.

Pinker chega a afirma que : “ a mente é um sistema de órgãos de computação, projetados pelas seleção natural para resolver os tipos de problemas que nossos ancestrais enfrentavam em sua vida de coletores de alimentos, em especial entender e superar em estratégias os objetos, animais, plantas e outras pessoas. (…) A mente é o que o cérebro faz; especificamente, o cérebro processa informações, e pensar é um tipo de computação.”

(Pinker, 2000, p. 32)
Tendo em vista alguns aspectos apontados por Steven, e para confrontar minha argumentação de que somos melhores que computadores/máquinas, e que esses últimos jamais serão capazes de pensar/agir como um ser humano, eu posto o texto de Terry Bisson, “Eles são feitos de carne.” para que as mentes com uma boa capacidade de imaginação ou como diria Pinker com  um grande poder de processamento computacional, possam se divertir.

Original (inglês): Terry Bisson

– Eles são feitos de carne.

– Carne?

– Carne. Eles são feitos de carne.

– Carne?

– Não resta dúvida. Pegamos vários de diferentes partes do planeta, levamos a bordo de nossas naves de reconhecimento, e sondamos através deles. Eles são totalmente feitos de carne.

– Isso é impossível. E os sinais de rádio? As mensagens às estrelas?

– Eles usam ondas de rádio para falar, mas os sinais não vêm deles; vêm de máquinas.

– Mas então, quem fez as máquinas? É esses que queremos contatar.

– Eles fizeram as máquinas. É o que estou tentando dizer. Carne fez as máquinas!

– Isso é ridículo. Como carne pode fazer uma máquina? Você está pedindo que eu acredite em carne inteligente.

– Não estou pedindo nada, estou afirmando. Essas criaturas são a única raça inteligente naquele setor e eles são feitos de carne!

– Talvez eles sejam como os orfolei. Sabe, uma inteligência baseada em carbono que passa por um estágio de carne.

– Não; eles nascem carne e morrem carne. Nós os estudamos pelo tempo de vários de seus tempos de vida, que não duram muito. Você tem idéia do tempo de vida de carne?

– Poupe-me… OK, talvez eles sejam apenas parte carne. Sabe, como os weddilei. Uma cabeça de carne com um cérebro de plasma eletrônico.

– Não. Pensamos nisso, já que eles têm cabeça de carne, como os weddilei. Mas eu já disse, nós os sondamos. Eles são inteiramente feitos de carne!

– Sem cérebro?

– Há um cérebro, sim. Só que o cérebro é feito de carne! É isso que estou tentando dizer.

– Mas então… com o que eles pensam?

– Você não está entendendo, não é? Você se recusa a lidar com o que estou dizendo. É o cérebro que pensa. A carne!

– Carne pensante! Você está me pedindo para acreditar em carne que pensa!

– Sim, carne que pensa! Carne consciente! Carne que ama, que sonha… a carne faz tudo! Está pegando ou vou ter que começar tudo de novo?

– Ai meu deus. Você está falando sério. Eles são feitos de carne…

– Obrigado! Finalmente! Sim, eles de fato são feitos de carne. E eles têm tentado nos contatar por quase cem de seus anos.

– Ai meu deus. O que você tem em mente?

– Primeiro eles querem falar conosco. Aí acho que vão querer explorar o Universo, contatar outros seres inteligentes, trocar idéias e informações. O de sempre.

– Então vamos ter que conversar com carne…

– É a idéia. É a mensagem que eles estão mandando por rádio: “Olá, alguém aí? Alguém em casa?” Esse tipo de coisa.

– Então eles falam mesmo. Eles usam palavras, idéias, conceitos?

– Ah, sim… Só que eles fazem isso com a carne.

– Achei que você tinha dito que eles usavam rádio.

– Sim, mas o que você acha que está no rádio? Sons de carne! Sabe quando você bate na carne ou a chacoalha, e ela faz barulho? Eles falam chacoalhando pedaços de carne um contra o outro. Eles até cantam, espremendo ar pela carne.

– Ai meu deus. Carne que canta. Isso já é demais. O que você sugere?

– Oficialmente ou não oficialmente?

– Os dois.

– Oficialmente, devemos contatar e dar as boas-vindas a quaisquer raças inteligentes ou multiseres neste quadrante do Universo, sem preconceito, medo ou favorecimento. Não oficialmente, aconselho que apaguemos os registros e esqueçamos a coisa toda.

– Esperava que você dissesse isso.

– Parece drástico, mas tudo tem limite. Quem iria querer contatar carne?

– Concordo 100%. O que iríamos dizer? “Olá, carne, tudo bem?” Mas isso vai funcionar? De quantos planetas estamos falando?

– Só um. Eles podem viajar a outros planetas em contâineres de carne especiais, mas não podem viver neles. E, sendo carne, eles só podem viajar através do espaço C, o que os limita à velocidade da luz e deixa a possibilidade de contato bem pequena. Infinitesimal, na verdade.

– Então vamos simplesmente fingir que não tem ninguém em casa no Universo.

– Isso.

– É cruel, mas como você disse, quem quer encontrar carne [meet meat]? E aqueles que foram sondados, tem certeza que eles não vão lembrar de nada?

– Se lembrarem, vão ser considerados doidos. Nós entramos nas suas cabeças de carne a as amaciamos de forma que pareceremos apenas um sonho para eles.

– Um sonho de uma carne! Mas é estranhamente apropriado que sejamos sonho de carnes.

– E marcamos o setor como desocupado.

– Ótimo. Concordo, oficialmente e não oficialmente. Caso encerrado. Mais algum? Alguém interessante desse lado da galáxia?

– Sim, uma algo tímida mas gentil inteligência numa estrela de classe 9 na zona G445. Fez contato há duas rotações galáticas atrás, e quer fazer amizade de novo.

– Eles sempre voltam…

– E por que não? Imagine como o Universo seria insuportavelmente frio se estivéssemos sozinhos…

mais informações: http://www.cinted.ufrgs.br/renote/mar2004/artigos/05-computador_neural.pdf

Zumbi dos Palmares

Consciência Negra

20 de novembro dia da consciência negra, infelizmente muitos não sabem os reais motivos desta data tão importante para os negros brasileiros. E que neste dia após muitas lutas entrava para história um dos maiores heróis do nosso país.

Em 20 de novembro de 1695 foi assassinado ZUMBI DOS PALMARES, maior ícone da resistência negra ao escravismo e em favor da liberdade. “Deus da Guerra”, “Fantasma Imortal” ou “Morto Vivo”. Seja qual for à tradução correta do nome Zumbi, o seu significado para a história do Brasil é de extrema importância, afinal é um herói genuinamente brasileiro.

ZUMBI foi assassinado por uma luta que ainda não acabou. Os negros brasileiros ainda não gozam da liberdade merecida por direito.  Seja pela discriminação, seja pela cor da pele ou pela cultura afro. A questão é que ainda não podemos nos considerar livres, se em todos os índices de qualidade em nosso país estamos em escalas menores que as outras etnias.

Por isso julgo que a consciência Negra/Resistência é algo que temos que ter o ano todo. “Devemos conhecer a historia de nosso povo, conhecer, valorizar e dar continuidade em nossa tradição cultural (presente na capoeira, candomblé, congadas, maracatu e muita vezes nos ditados de nossas avós, em nosso jeito de fazer as coisas), mas ao mesmo tempo buscar sempre nos organizar e lutar contra o racismo e seus impactos em nossa vida. A luta sem identidade é vazia… A identidade sem luta é mentirosa.” [1]

O estatuto da igualdade racial é uma vitória, mas temos muitos que nos articularmos, nos unirmos para que as políticas de ações afirmativas, que nos dê a igualdade prevista na constituição seja uma realidade. A todas as etnias do nosso país, nesse dia, lembramos das lutas passadas e lutemos no presente por nossa liberdade.

Thiago Santos de Amorim

Fontes:

1 – http://acaoperiferica.ourproject.org/?p=6

2 – http://www.unificado.com.br/calendario/11/con_negra.htm

3 – http://www.palmares.gov.br/

4 – http://www.comciencia.br/reportagens/negros/03.shtml